Maria da Penha Fernandes

14/10/2011 02:11

Maria da Penha Fernandes, símbolo de enfrentamento da violência doméstica, é fonte e referência para a imprensa - Informativo nº 1

Presente em todos os momentos que marcaram em Brasília as comemorações em torno dos dois anos da Lei, a bioquímica cearense Maria da Penha Fernandes foi referência para diversos e diversificados veículos de todo o Brasil.

Em geral, foram apresentados os aspectos centrais da sua história: ter sido agredida durante anos pelo seu então marido e pai das suas três filhas, Marco Antônio Heredia Viveros, de quem foi alvo de duas tentativas de homicídio em 1983. A primeira delas, quando levou um tiro pelas costas, deixou-a paraplégica.

A impunidade do agressor, preso somente em 2002; a inércia da justiça brasileira que levou Maria da Penha, com o apoio de organizações feministas, a denunciar seu caso à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA (Organização dos Estados Americanos); o fato de somente neste ano, 25 anos depois, o Estado brasileiro ter cumprido grande parcela das recomendações da Comissão, como o pagamento da indenização de R$ 60 mil a Maria da Penha, pelo governo do Ceará, que na época não puniu judicialmente o agressor. Estes foram os fatos da sua história apresentados por alguns veículos, que expuseram, desta forma, a realidade de inúmeras mulheres no país.

 

http://www.violenciamulher.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=280:maria-da-penha-fernandes-simbolo-de-enfrentamento-da-violencia-domestica-e-fonte-e-referencia-para-a-imprensa-informativo-no-1&catid=19:reportagens-artigos-e-outros-textos&Itemid=6